Páginas

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

11


Tenho dito ultimamente o quanto te amo,
ou o quanto um simples sorriso
teu consegue derreter meu coração?
Tenho mencionado recentemente
que tuas palavras, sussurradas em meus ouvidos,
podem calar fundo, bem dentro de minha alma,
e que elas podem, ainda, me esquentar em momentos que
estamos longe um do outro?
Tenho dito em qualquer dia dos últimos tempos
como eu me sentiria sem teus braços me envolvendo,
ou como minha vida seria vazia sem ter-te por perto?
Tenho falado nos últimos tempos o quanto
és importante em minha vida e
como agradeço por fazeres parte dela e
por deixar-me fazer parte da tua?
Alguma vez já te disse como fiquei, muitas vezes,
olhando teu rosto delicado
enquanto dormias, e a terna fascinação
que senti ao observar-te assim em
delicioso e prolongado silêncio?
Se não tenho dito tudo isto ultimamente,
é porque não consigo achar palavras adequadas
para expressar um amor tão lindo,
tão próximo e tão profundo!

Mas, podes sempre ter certeza de uma coisa:
Eu te amo muito, muito...
(e um pouquinho mais)!


Autor desconhecido

-

Poema em comemoração aos 11 lindos meses de namoro; logo mais teremos um ano de certa convivência e muito amor. Desejo que esse seja o início da mais bela história de amor que nossos filhos ouvirão!

-

Semana corrida! Provas chegando e junto com elas o desespero... Me sinto limitada, eu tento estudar, mas nada parece cair nas graças do meu entendimento... :X Assim que der, volto aqui. Beijos a todos

3 comentários:

  1. 11! Já? rsrsrs
    Que esse novo ano seja perfeito para vocês.
    Estudo: problema que parece de fácil solução, mas que quase nunca chegamos a uma solução única! Estude!
    Boas Provas!

    ResponderExcluir
  2. o tempo não pára.

    =)

    o texto é lindo.
    ao ler pensava que era teu..

    é tua cara mesmo.

    te amo gay!

    =*

    ResponderExcluir