Páginas

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

aconteceu comigo!


Acho muito interessante como a gente só passa a dar a devida importância a certas coisas na vida quando acontece conosco - ou com alguém bem próximo. Seja o cuidado maior ao colocar o carro na garagem por causa de um assalto que aconteceu, seja uma doença que você só ouviu falar nas aulas de biologia. Ao longo da minha jornada aprendi mais sobre hipotiroidismo¹ do que muito médico por aí, além disso tenho aprendido cada vez mais sobre o ceratocone², as causas da enxaqueca, os efeitos da hipertensão e da pressão baixa; além dos transtornos da gota³.
Essa semana fui fazer uns exames no Hospital de Olhos daqui [HOPE] e percebi o quanto de pessoas sofrem de certos problemas dos quais a gente mal ouve falar, a não ser que aconteça conosco. Posso dar o exemplo do câncer, da aids e de doenças que estão tão presentes nos noticiários, mas que achamos que não pode acontecer conosco ou com alguém de perto.
No ano passado descobri que eu sofria de ceratocone - uma doença na córnea, melhor explicada abaixo - e pela primeira vez na minha vida alguém me falou sobre transplante, essa doença em estágio avançado exige um transplante de córnea, que por sinal é um dos transplantes mais feitos no Brasil. Foi aí que pela primeira vez, mesmo estando com a doença em sua fase inicial, eu me preocupei com a falta de organização no Brasil em relação aos transplantes e transplantados. Há alguns anos atrás descobri por exemplo que eu tinha uma doença incurável [o ceratocone tambem é!], o hipotiroidismo, uma disfunção na glândula tireóide, que lembro de ter ouvido falar no ensino médio, mas não dei muita atenção. Quando a endocrinologista falou que eu tinha a doença, que ela era incurável, porém estacionável, e que eu teria que tomar hormônios por toda vida deu um medo, tanto que comecei a me informar, a pesquisar e hoje em dia, sou eu que explico aos meus médicos sobre o hipotiroidismo.
Ao falar sobre assuntos como esse me lembro do filme emocionante que assisti antes de descobri minhas patologias, O Óleo de Lorenzo. Quem já assistiu sabe que a história é real e quem colocar esse título no google vai achar a história completa dos pais comuns que ao invés de simplesmente ficarem sentados aguardando os resultados dos estudos médicos, eles decidiram estudar nos livros de medicina e nos poucos artigos científicos da época, tudo que pudesse ajudar na compreensão do mecanismo de ação desta doença e assim poder discutir com os médicos a melhor forma de tratamento para amenizar os sintomas de Lorenzo.

¹: Hipotiroidismo significa ter níveis de hormônios tiroidianos abaixo do normal. Os hormônios tiroidianos que são produzidos pela glândula tireóide na porção mais baixa da face anterior do pescoço são responsáveis pela produção de energia do corpo. Quando os níveis de hormônios tiroidianos estão anormalmente baixos, a diminuição resultante interfere na produção de energia de muitas funções vitais, inclusive o batimento do coração e a regulação da temperatura.

²: Ceratocone (do Grego: kerato- chifre, córnea; e konos cone), é uma doença não-inflamatória degenerativa do olho na qual as mudanças estruturais na córnea a tornam mais fina e a modificam para um formato mais cônico (ectasia) que a sua curva gradual normal. O ceratocone pode causar distorção substancial da visão, com múltiplas imagens, raios e sensibilidade à luz sendo frequentemente relatados pelos pacientes.

³: Gota é uma doença reumatológica, provocada pelo excesso de ácido úrico no organismo. Normalmente a sintomatologia consiste em dores e inchaço nas articulações, em especial no tornozelo.

-

Post dramático? Não posso fazer muito a favor, é a realidade. Bom, minha semana de provas já já começa e desaparecerei por esses dias. Assim que der atualizo com algum texto interessante. Bom fim de semana a todos!

4 comentários:

  1. Tudo nesse paizinho é caótico, dos transplantes à educação...
    Forças! Deus nos ajuda a superar tudo e não nos manda nada que não possamos suportar.

    Ih, Provas, argh! Boa semana pra você e pra elas.

    Bjo

    ResponderExcluir
  2. é Brasil... Ó Pátria Amada,
    Idolatrada,
    Salve! Salve!


    ow gay.. te cuida,

    melohr

    Cuide-se!

    (garnier)

    =)

    ResponderExcluir
  3. Oi... encontrei seu blog procurando artigos ne net sobre o ceratocone.. eu tbm tenho essa doença (somos pessoas rarissimas, já que vários estudos dizem que 1 em cada 2 mil pessoas tem essa doença! rsrs...)! Já convivo com essa doença há 9 anos.. sou totalmente dependente das lentes de contato hj, mas não é uma doença que me incomoda mto nao! Mas tbm to aqui atrás de material pra aprender cada vez mais sobre o Ceratocone!

    Boa Sorte pra vc, e tudo de bom!

    ResponderExcluir