Páginas

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

31 de outubro


Lá vem meu lado protestante falar mais alto... Quem não tiver disposto a escutar (ler), pode ir saindo daqui que eu não fico com raiva não. Se tem uma coisa maravilhosa que é inerente ao ser humano é o livre-arbitrio [adoooro!]. E na utilização do meu livre-arbitrio eu venho falar do livre-arbitrio de outra pessoa... Martinho Lutero,


O jovem Martinho Lutero dedicou-se por completo à vida no mosteiro, empenhando-se em realizar boas obras a fim de agradar a Deus e servir ao próximo através de orações por suas almas. Dedicou-se intensamente à meditação, às autoflagelações, às muitas horas de oração diárias, às peregrinações e à confissão. Quanto mais tentava ser agradável ao Senhor, mais se dava conta de seus pecados.

O desejo de obter títulos acadêmicos levaram Lutero a estudar as Escrituras em profundidade. Influenciado por sua formação humanista a buscar "ad fontes" (nas fontes), mergulhou nos estudos sobre a Igreja Primitiva. Devido a isso, termos como "penitência" e "honestidade" ganharam novo significado para ele.
Já convencido de que a Igreja havia distorcido sua visão acerca de várias das verdades do
Cristianismo ensinadas nas Escrituras - sendo a mais importante delas a doutrina da chamada "Justificação" apenas pela fé; ele começou a ensinar que a Salvação era um benefício concedido apenas por Deus, dado pela Graça divina através de Jesus Cristo e recebido apenas por meio da fé. Mais tarde, Lutero definiu e reintroduziu o princípio da distinção própria entre o Torá (Leis Mosaicas) e os Evangelhos, que reforçavam sua teologia da graça. Em conseqüência, Lutero acreditava que seu princípio de interpretação era um ponto inicial essencial para o estudo das Escrituras. Notou, ainda, que a falta de clareza na distinção da Lei e dos Evangelhos, era a causa da incorreta compreensão dos Evangelhos de Jesus pela Igreja de seu tempo, instituição a quem responsabilizava pela criação e fomento de muitos erros acerca de princípios teológicos fundamentais.

Segundo a tradição, a 31 de outubro de 1517 foram pregadas as 95 Teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, com um convite aberto ao debate sobre elas. As 95 Teses foram logo traduzidas para o alemão e amplamente copiadas e impressas. Ao cabo de duas semanas se haviam espalhado por toda a Alemanha e, em dois meses, por toda a Europa. Este foi o primeiro episódio da História em que a imprensa teve papel fundamental, pois facilita a distribuição simples e ampla de qualquer documento.


O desenrolar da história chega até nossos dias e enquanto vocês comemoram o 'dia das bruxas', eu comemoro a Reforma Protestante [rs].


-


Minha vida?

Aah, anda bem. Ansiosa para que o semestre 'letivo' termine. Provas marcadas, cabeça à mil...

Na expectativa pela chegada do namorado, parece que a cada dia o tempo teima em passar mais devagar :( Por outro lado, estamos numa sintonia incrível e assustadora [as vezes!]


[18:00] Ela: Queria que ele ligasse cedo!

[18:10] Toca o telefone! É ele!

Ela: Nossa, ele tá me filmando eh? [Antende o telefone: - Oi amoor!]


No outro dia...

[4:30] Ela desperta, senta na cama e encosta a porta do quarto entreaberta.

[4:31] Toca o telefone! É ele!

Ela: Meu DEUS! Ele tá me filmando mesmo! [rs]

[Atende o telefone!]

Ele: Oi meu amor, te acordei?

Ela: Não!

Ele: Não?

Ela: Despertei neste momento, um minuto antes de você ligar... Parece que sabia

Ele: Ah, isso não é mais novidade! Te amo!


o.o

assustador ou lindo?


Bom fim de semana!

4 comentários:

  1. euu tee adooro visse leesa;

    tuu mora akii óo (L

    beeeijãO ♥

    ResponderExcluir
  2. entao happy reforma protestante pa tuuu e happy halloween pa mim!

    =)

    tiamu

    ResponderExcluir
  3. aaahhh

    tais rubro-negra na foto

    rsrsrsrs


    cuide-se

    (garnier)

    ResponderExcluir