Páginas

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Escolher amar


Tenho uma séria posição sobre o que é amor. E quem lê este blog a mais tempo já me conhece, e sabe que acredito que amor não é um sentimento e sim uma atitude. E isto é algo até bíblico, mas não quero entrar em visões religiosas. Quero mesmo falar de relacionamentos.

Hoje, recebi um depoimento belíssimo, que me lembrou desta posição. E de tudo que já falei e segui, e vivi. Daí, só pra completar, a @claudinha_meloO postou no Aos Olhos do Pai, um texto lindo, que só me inspirou mais...

Amar, é muito mais que palavras!
Realmente, eu te amo não diz tudo. Não que ouvi-lo não seja bom, pelo contrário. Contudo, palavras por palavras não adiantam. Atitudes falam muito mais, sempre vão falar. E isso em qualquer tipo de relacionamento... Já falei algumas vezes que escolhi amar. Não que eu não me sinta apaixonada, porque sinto sim! Mas escolhi amar porque sei das dificuldades que qualquer relacionamento tem. E a paixão não aguentaria. Escolhi a amar porque quero que dê certo, e sem amor, não daria.

-
Lembro bem a primeira vez que ele me disse 'eu te amo', e não me esqueço da 'tradução' que ele fez: "eu te amo (trad...) eu gosto de você; não se preocupe".
-

Quando a gente reconhece os significados nas atitudes, a gente se sente muito mais amada do que pela sonoridade das palavras. É! Me sinto feliz por ter escolhido amar.

4 comentários:

  1. "Quando a gente reconhece os significados nas atitudes, a gente se sente muito mais amada do que pela sonoridade das palavras." Verdade verdadeira!
    Que ele continue te amando em atitudes e palavras!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Seja demonstrando através das atitudes, seja com palavras sinceras, seja com olhares que dizem por si só, o que importa mesmo é amar e ser amado.

    Abs

    ResponderExcluir
  3. Que Bom amiga , que vc seja seeempre muito feliiz , afinal vc merece!!

    TE adoro flor!

    ResponderExcluir