Páginas

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Que amor?


Neste domingo, na EBD, falava aos alunos sobre a carta que Paulo escreveu aos Colossenses. Um livro curto e interessantíssimo. Sério! Se você tem tempo, pare para lê-lo hoje. Ao estudar essa carta fui impactada por um trecho muito lindo:

E, acima de tudo, tenham amor, pois o amor une perfeitamente todas as coisas. (Cl 3:14)

Me inspirei e conversei bastante com meus pupilos sobre amor, sobre amar ao próximo, sobre se preocupar com os que não conhecem a Cristo ainda, sobre realmente seguir o que Jesus nos ensinou sobre amor, e o que Paulo corroborava em suas cartas. Não espero ver muita reação em adolescentes de 13 e 14 anos, mas sei que daqui algum tempo vai fazer alguma diferença para eles - como foi comigo.
Neste feriado, enquanto a maioria de vocês estava curtindo - ou não (né Cláudia?), esta que vos fala estava em Barreiros - junto com um grupo abençoado - fazendo evangelismo infantil. O setor 7 da União da Mocidade mobilizou uma turma de jovens para fazer uma obra de ação social naquela cidade. E ficamos divididos em vários grupos. Tinha uma turma com a parte de saúde, outra com a parte jurídica, outros entregando cestas básicas, alguns fazendo evangelismo pessoal, e a turma responsável pelas crianças.

O amor une perfeitamente todas as coisas.

Ver aqueles jovens empenhados em fazer muito mais do que 'entregar literaturas' me animou. Inspirou e me deixou orgulhosa em ver que essa geração não se prende as quatro paredes da congregação. Vê-los me enche de esperança de que essa geração está muito mais preocupada com vidas que com 'nomes e cargos'.
Mas ainda algumas coisas me entristecem, e muitas outras me revoltam... um trabalho desse porte, com vários jovens envolvidos e somente um obreiro [que também é jovem]. Só um! E apenas o pastor local (Barreiros-PE) para nos direcionar para os locais.
O trabalho não foi feito? Salvaram-se almas? Pessoas foram beneficiadas? Tudo deu certo? SIM! E por que a revolta com a ausência de obreiros?! Pois é, boa pergunta. A revolta não vem da ausência deles, pois o trabalho foi muito bem feito por aqueles jovens, pra honra e glória de Jesus.
O problema é que lembram dos meus alunos lá em cima? Estudamos sobre o amor. Mas o que eles veem de amor vindo da liderança da igreja? Cadê o amor desses obreiros cheios de certificados e cargos? Não posso generalizar, mas também não posso aceitar.

Fica registrada aqui a minha felicidade por um belo trabalho feito. E minha indignação pela falta da participação por parte dos obreiros.

Em Cristo,
Marcela

Ah, 50 crianças se entregaram para Jesus na tarde de ontem. E mais 300 crianças lotaram a igreja pra ouvir a palavra de Deus.

6 comentários:

  1. Que lindo!!!!!
    Que é de pessoas com vc q o mundo tá precisando!!
    Disposição para fazer a obra!
    Bj bonita

    ResponderExcluir
  2. Baby...
    Muito legal o trabalho, mesmo q eu não conheça a fundo as frentes, sei q o coração, q é um fator importantissimo é bom...

    Quanto aos obreiros, tenho uma boa noticia pra te dizer: Sua igreja ao é a pior de todas pode ter certeza

    já trabalhei em projetos bem maiores, de igrejas RICAS (isso mesmo, de gente rica) e os pastores chegaram a baixeza de perguntar qual a relação Dinheiro/alma q poderiamos fazer... ou seja, quanto custaria pra cada "evangelizado"...

    lindo trabalho, continue com o coração no amor, e continue denunciando quem usa o evangelho em beneficio proprio...

    "a paz se possivel, a verdade a qualquer preço" ...

    belo post!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela disposição em abrir mão, por exemplo, de um feriado, pois sei que vcs tem aberto mão de muito mais coisas, para sairem em busca daqueles que precisam ouvir sobre a palavra e o amor de Deus.

    Concordo plenamente com as suas palavras em relação à ausência daqueles que deveriam dar o primeiro passo em direção a esse caminho/trabalho/obra, que deveriam em tudo (mesmo sendo seres humanos limitados) servir de exemplo, pois a quem mais é dado, mais será cobrado.

    Não esperem apoio, recompensa, reconhecimento ou qualquer manifestação dos homens nesse sentido, mas a vossa recompensa é certa e virá das mãos de Deus.

    Não vos entristeçam, nem desanimem diante desses acontecimentos, mas prossigam em direção ao alvo - procurem apresentar-se a Deus como obreiros aprovados, de cabeça erguida e sem ter do que se envergonhar.

    Abraços,

    @ElielFerreira

    ResponderExcluir
  4. Amiga, sem palavras... Cara, não preciso dizer mais nada meeesmo... É difícil transmitir o amor aos Adolescentes sei bem disso, e como sei... Passei 3 anos da minha vida como vc, ensinando. E batia sempre de frente com o mesmo problema... Falta de exemplo. Se prega uma coisa, se vive outra coisa. Como fica a cabeça daqueles que ainda estão tendo sua espiritualidade cristão formada? E o futuro deles. Ainda bem que Cristo é nosso maior exemplo. Pq se não, aff... Deixa pra lá! Que Deus abençoe Neilton por ter ido. Ele foi o único q tb me ajudou em uma obra de evangelização que vc sabe qual foi. Foi o primeio a se importar. Bjs amiga, continue sendo esta benção!

    ResponderExcluir
  5. SÓ TENHO QUE DIZER PARABÉNSSSSSSSSSSSSSSSSSS!!! E MUITA SAUDE E SABEDORIA PARA PROSEGUIR !!DEUS CONTINUE TE USANDO !!
    BJOKAS
    @danyrosseto

    ResponderExcluir
  6. Tchela, tu é linda!!!!

    MUITO LINDA!

    SAUDADE!

    ResponderExcluir