Páginas

quarta-feira, 2 de março de 2011

Coisas simples


Na vida, a gente vai caminhando de fase em fase aprendendo, somando e algumas vezes perdendo, geralmente para ganhar muito mais a frente. Com a correria e horários apertados alguns detalhes simples acabam sendo postos de lado a fim de ganharmos tempo. Não julgo! Não reclamo! Nem me meto com quem acha que pode muito bem levar a vida assim. Cada um é cada um (né?).
Quanto a mim, que amo a rotina - e esse controle sobre ela - mesmo com horários apertados e prestes a apertar ainda mais; não me meto a querer viver sem alguns desses detalhes. A gente muda de fase e até um pouco de necessidades, mas eu sempre preciso das coisas simples. Não me importo com preços, legitimidade, e tão pouco com a grandiosidade.
Eu gosto mesmo é das pequenas coisas. Um sorriso ao cruzar dos olhares. Um abraço apertado. Um beijo bem beijado. Um eu te amo antes do sinal abrir. Um pedacinho de chocolate "que eu não comi pra te dar". Mensagens de texto (quase sempre) inspiradas. Um 'bom dia' antes do horário esperado. E seguem-se os demais.
Que a correria da vida não nos permita perder as coisas simples, os pequenos presentes, que ela nos dá todos os dias.  

Um comentário: