Páginas

terça-feira, 21 de junho de 2011

Considerações sobre o trânsito no Recife e RMR

Começou oficialmente o inverno no Brasil e quem mora em Recife sabe que essa afirmação é o mesmo que dizer: Chuva! Muita chuva! Os motoristas de plantão irão completar: Trânsito! Muito trânsito parado!
Hoje enfrentei parte dessa odisseia que é dirigir nas avenidas alagadas e/ou engarrafadas da RMR e do Recife. Um percurso (com trânsito) que duraria em média 1 hora, hoje durou 2 horas e meia. Ou seja, não pode chover nesta cidade.
Em dias como esse é fácil ouvir gente falando de rodízio de carros e coisas do tipo. E eu posso dizer, livre de qualquer hipocrisia, que não abro mão de sair com meu carro com - ou sem - chuva.


De fato, a frota de carros na nossa cidade aumentou consideravelmente nos últimos anos, porém também aumentou a quantidade de buracos e pontos de alagamentos, de pistas mal projetadas e de gente "mal habilitada", fazendo com que fique cada vez mais difícil de trafegar.
Hoje, foi fácil perceber o quão prejudicial esses pontos de alagamento são. O trânsito se arrastava por mais de 5km em alguns pontos, chegando até 10km em outros, o que para uma cidade não-planejada, como é o caso de Recife, é uma quantidade relevante.
Não entra na minha cabeça, portanto, que falem em rodízio de veículos sem que antes haja uma mudança na qualidade das vias de Recife e de sua Região Metropolitana. Pois é fato que não pode mais chover por aqui...
  • Pagamos IPVA e temos que deixar nossos carros em casa por falta de estrutura das rodovias e avenidas? Isso não faz sentido algum.
  • E afinal, quais são as melhorias que podemos cobrar de nossos governantes? E o que podemos fazer desde já para melhorar a qualidade (se é que posso chamar assim) do nosso trânsito?

2 comentários:

  1. É um problema nacional, por aqui vivemos a mesma situação.

    Bjo

    ResponderExcluir
  2. São 3 mil carros a mais, todos os meses no trânsito do Recife. A culpa em sua maioria é dos donos de carro que é a MINORIA DA POPULAÇÃO. O rodízio é muito bem vindo já que visa atender a maioria. Pagar IPVA não torna um motorista melhor ou com mais direitos que ninguém, o valor social do carro é muito mais danoso a sociedade.

    ResponderExcluir