Sou Uma Blogueira Falida

Tenho blog desde a época que 'ter blog' era coisa de nerd - coisa que nunca fui, tenho cara, mas nunca fui! Hoje, virou moda. Todos querem um pra chamar de seu. Sobre tudo e sobre nada, existe blog para todos os gostos. E eu confesso que sou um pouco viciada nessas coisas, principalmente os que falam sobre casamento, decoração e design. Quem me segue a mais tempo sabe o quanto de carinho eu tenho por esse espaço, apesar de ter diminuído com os posts de minha autoria (por falta de inspiração, assunto e tempo). Eu não consigo pensar em deixar de passar um dia aqui. Porém, cheguei a conclusão que sou uma blogueira falida.


Pois é!
E não se engane! O que mais temos nessa blogosfera alucinante são blogueiros falidos.
São aquelas pessoas que criam essa página para si mesmo. Que pouco se preocupam com os números: quantidade de acessos, quantidade de comentários, etc. Hoje em dia, blog virou algo rentável. E quem não consegue ganhar dinheiro com isso, perdeu a oportunidade. 
Sou uma blogueira falida porque não consigo me render a isso. Blog pra mim tem que ser um hobby, não trabalho, talvez um hobby remunerado, mas trabalho nunca!
Percebo que a medida que falo menos de minha vida, mais o comentários diminuem. Mas entendo que esta é mais uma fase importante que preciso passar. A de me guardar um pouco dessa exposição que está ficando tão comum.
Não me importo de ser uma blogueira falida, ou seria, uma blogueira bem resolvida?

Comentários

  1. Não somos todos? hahahahaha
    Muito bom o texto!

    ResponderExcluir
  2. hahaha! Estou nesse clube aí dos blogueiros falidos. Sem bem que ao reconhecer isso que somos é blogueiros bem resolvidos!

    ResponderExcluir
  3. Realmente, muito bom o texto.
    talvez os blogs sejam mesmo um espaço tão democrático que se possa encontrar de tudo. Desde mercenários, a fies desacreditados.
    beijos, te amu.

    ResponderExcluir
  4. Bem resolvidos, porque dizemos o que nos passa pela cabeça sem nos preocuparmos com o que os outros vão pensar, se vão voltar ou se nunca mais comentam. Escrevemos essencialmente para nós próprios, porque temos necessidade de o fazer. Só isso. :))

    ResponderExcluir
  5. Att: André

    Sério!
    Nunca cheguei a imaginar q um post como esse pudesse me render um comentário do homem mais lindo da minha vida. Hehe!

    No mais,
    você tem razão Beiber! Essa democracia é que move esses 'blogueiros falidos'.

    Te amo.

    ResponderExcluir
  6. Escrevemos essencialmente para nós próprios, porque temos necessidade de o fazer. [2]

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas