Páginas

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Eu Acredito no Casamento

Em alguma capa de revista que agora não lembro qual vi a notícia estampada que o número de casamentos no Brasil nunca foi tão alto. Principalmente, entre os divorciados que apesar de terem, digamos, fracassado no casamento anterior continuaram acreditando nessa instituição.
Acredito {mesmo} no casamento! Não simplesmente porque estou noiva, mas principalmente pela educação que tive e pelo casamento dos meus pais, que este ano comemoram bodas de prata. É interessante, pois sempre enxerguei o casamento sem muitas ilusões (mas as tenho, e tenho consciência disso). Sempre tive noção que "festa de casamento" é uma coisa e casamento é outra. Convivência, arestas a ser aparadas, defeitos, carinho, discussões, atenção, divergências e flexibilidade {dentre outros} fazem um relacionamento de verdade. Jamais tive (e nem tenho) a intenção de formar uma família perfeita, de ter um marido perfeito e de ser uma esposa perfeita. Mas assim como, nesses dias de preparação, tenho aprendido: é preciso ter muita paciência, coragem e amor pra fazer tudo dar certo.
Tenho visto por aí que (aparentemente) casar está na moda! Confesso que o mundo das festas de casamento é deslumbrante, um sonho... e olhe que nem comecei a preparar a minha e nem sei se vou. Sou uma admiradora deste mundo e até já pensei em seguir para área, mas descobri que não é tão simples assim... Bom, voltando ao assunto...


Creio que essa é, para muitos, uma instituição fracassada. Que a vida inteira ao lado de uma pessoa é muito tempo e que existem inúmeras possibilidades no mundo, para que nos comprometamos com uma só. E não estou falando simplesmente de fidelidade. Casamento é mais que isso. É companheirismo. É lealdade. É saber honrar a pessoa com que se está. É muita amizade. E muito amor. Não o sentimento. Mas amor-atitude; ou vocês acham que o amor que Paulo fala em I Corintios 13 é aquilo que a gente sente? Não! É aquilo que a gente faz. É um esforço diário. É uma escolha diária. E é muita coragem.
Vejo rapazes e moças um tanto desesperados para casar. Numa busca desenfreada por qualquer 'bom partido' e uma busca mais louca ainda por uma festa de casamento impecável e inesquecível. É claro que também desejo um momento inesquecível. Mas não enlouquecer (e nem me endividar) por causa disso. Logo eu que já sou meio louca por vida...
Tenho metas ainda maiores para minha vida pós (e para) lua-de-mel para ficar quase um ano pagando um álbum, um bolo, umas cadeiras e algumas flores. Não estou desmerecendo que age assim... Sonho é sonho e cada um sabe até onde pode com o seu.
Sei até onde posso com o meu; e o maior sonho que tenho é ser uma boa esposa, uma companheira e uma amante daquelas... dentre outras coisas.

Imagem

2 comentários:

  1. Eu também acredito no casamento, mas também sei que muitos não têm mesmo, condições de chegar ao fim. Por isso também acredito em segundas oportunidades. :))

    ResponderExcluir