Páginas

terça-feira, 13 de setembro de 2011

In(trânsito)vel


É impressionante como uns minutos a mais para sair de casa, podem gerar horas a mais para chegar a um determinado destino. Não é que o trânsito de Recife e RMR esteja um caos (mas está!), é que a frota de veículos aumentou drástica e dramaticamente. 
Todos os dias de manhã eu atravesso a cidade por um percurso, que comparado ao trânsito de outros estados é de médio pra curto; cerca de 18 km. Caso eu atrase alguns minutos (tipo 10) para sair de casa um trajeto normal - com engarrafamentos - que dura 1 hora, pode chegar até 2 horas de anda-e-para. Então, em plena manhã da segunda-terça-quarta-quinta-sexta-feira porque aqui não tem mais dia bom, chegamos simplesmente exaustos ao nosso destino, no meu caso, a faculdade; por conta de um esforço repetitivo que está acabando com meu joelho.
Mediante a essa agonia dos carros, e a fim de otimizar o tempo, as pessoas correm para outras alternativas, e então o número de motocicletas de todos os tamanhos simplesmente quadruplicou (dados colhidos da minha observação nos semáforos). E de vez em quando até penso na possibilidade até que lembro que só tirei a carteira para a classificação B.
(Quase) Todas as manhãs me pergunto se chegaremos a um tráfego caótico como noticiam sobre os outros estados. E questiono se já estamos (bem) perto, ou se já passamos disso. 
Pois da forma que Recife vai eu não sei se vai dá pra chegar em algum lugar... está (mais que) intransitável, está insuportável!

--

Já votaram na nossa foto no Noivos do Ano? Não? Tá esperando o quê? Clica aqui e vota na gentepor favor!! Já votou? Então vota de novo! rsrs, clica aqui e se diverte! Abraço

Um comentário:

  1. Já votei uma vez. Dá para votar mais uma vez?

    Eu trabalho a 27 km de casa e para mim bastam 20 minutos, seja a que hora for.:))

    ResponderExcluir