Páginas

quarta-feira, 7 de março de 2012

Hoje 'tranquei' um ônibus

Como vocês sabem, moro na Região Metropolitana do Recife. Toda manhã faço um percurso com cerca de 20kms até a faculdade. E, ao sair de lá, mais uns 10 até chegar na empresa. Trinta quilômetros básicos não são problema para ninguém, correto?
O problema por aqui é, na verdade, o desrespeito. Então vocês me dirão: ah, mas isso tem em QUALQUER lugar. E eu concordo. Mas como dirijo no trânsito recifense é daqui mesmo que vou falar...
Houve um tempo em que eu achava que motociclistas eram o grande MAL das nossas pistas. Estava enganada! Eles são malucos mesmo, "afoitos" e inconsequentes. Mas desde que meu tempo no volante aumentou percebi que o PIOR MAL do trânsito do Recife é o desrespeito dos ônibus.
Não não. Não é 'nos ônibus'. É o desrespeito dos motoristas de ônibus com todo o resto dos condutores.
Vocês devem estar se perguntando porque eu estou falando disso... bom, o título já diz tudo. Hoje eu tranquei um ônibus e tive vontade de bater nele, depois descer e bater no motorista pela forma como eles estão trafegando na PE-15 (rodovia). Só de lembrar, sinto raiva.
Como fecharam a faixa exclusiva daqueles monstros - com a desculpa de "reformar" para a copa (e nem tem necessidade) - eles estão ocupando a faixa dos carros. Até aí, compreensível. Os engarrafamentos pioraram, mas a gente se esforça, sai mais cedo para não chegar atrasado e tenta manter a calma. Mas aí vem um desses "condutores de coletivos" e acham que só porque estão no veículo 'maior de todos' podem "fechar" os carros menores, colocar pra cima mesmo e esperar que a gente freie bruscamente para evitar uma colisão.
Daí que eu cansei. Cansei de ser empurrada pro meio fio, de ser obrigada a freiar de susto, de medo, e de ódio. Cansei e tranquei um ônibus hoje. Que não foi o primeiro. Nem o último. Sei que nem todos os motoristas de ônibus são assim tão imprudentes. Mas, sinceramente, não esperem de mim paciência com tanta imprudência e desrespeito.

Marcela

2 comentários:

  1. Poir que é geral, por aqui temos o mesmo problema.

    Imagina que o ônibus que pego para voltar da facudade pra casa,uma vez, de pura imprudencia entrou em cheio num carro que não freiou pra ele passar. Pensa na cena, um bando de estudante parado em uma avenida, as 23:00 querendo matar o motorista do ônibus, a motorista do carro chorando sem parar de nervoso, e a rua de saída da faculdade toda parada! Só não sei como esse motorista não apanhou nesse dia, pq até eu mesma queria dar uns bons socos nele, rs.

    No trânsito só nos resta pedir a Deus paciência, porque se ele nos der força, com certeza, a gente mata alguém! =)

    ResponderExcluir