Páginas

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Sobre Pietro

Vocês vão me perdoar, mas nas últimas semanas eu não consigo falar sobre outra coisa que não seja o meu pequeno...
Passamos por um pequeno 'perrengue' quando ele nasceu. Demorou um pouco a chorar e ficou com um cansaço complicadinho. Passou a primeira noite longe de mim, na encubadora. Eu recebi alta, não consegui amamentar direito, o primeiro leite que ele tomou foi artificial. Mas isso pouco importava, eu queria mesmo era saber que ele estava e que ficaria bem...
Ele nasceu na quinta, mas só recebeu alta no sábado, onze horas da noite. Eu e André voltando pra casa só nós três (meus pais estava no outro carro e tiveram que passar em casa para organizar uma pequena mala pra passar a noite com a gente). Quanta coisa passava na minha cabeça... confesso que ainda demorei uns dias para controlar o choro. Eu chorava de alegria quando ele mamava (para mim, cada mamada era uma vitória), chorava de tristeza por perceber o quanto estava despreparada e chorava de preocupação com meu marido. Eu queria dar atenção a ele que, por sinal, foi tudo para mim naqueles dias (e sempre).
Quanta coisa. Quanta gente. 
Pietro chegou mudando muita coisa nas nossas vidas.
Já demonstra traços de uma incrível personalidade forte. Olha encantado para o pai. Curte a amamentação. E eu vou virando a mãe mais coruja da Terra. 
Quem diria né?

4 comentários:

  1. Ai meu Deus quanta lindeza... Você merece essa felicidade Mah... Ah! esqueci de comentar, Pietro é muito lindo.

    ResponderExcluir
  2. Own...curte bem a família flor! Já parou pra pensar.. quando somos só o casal parece que falta algo, mas quando chega um bebê, a FAMÍLIA da gente fica completa!
    Bjão pra vcs.

    ResponderExcluir
  3. Ow Jana, obg! E Pietro é muito lindo mesmo... Babo sempre! rsrs

    "Nem pobre nem rica", é verdade!

    ResponderExcluir
  4. Seu bebê é a coisa mais fofa do mundo. Pode continuar falando aos montes dele!

    ResponderExcluir