Páginas

domingo, 15 de julho de 2012

O bebê de pano

Pra falar BEM a verdade, lembro apenas de pequenos fatos dos primeiros dias de Pietro em casa. Como o banho ou o cuidado com o coto umbilical. Mas algumas coisas pequenas marcaram, como por exemplo: o bebê de pano!!!

[Dá vontade de rir só de lembrar - estou rindo daqui...]

Nas primeiras semanas de vida de Pietro, dormíamos eu e minha mãe no quarto - o pai no outro quarto - e Pietro no moisés (como até hoje) conosco. Foi uma fase de intenso cansaço. Daí que eu me descobri sonâmbula... por diversas vezes no primeiro mês minha mãe me acordava tentando me acalmar pois eu me desesperava com o bebê de pano...
Acontecia mais ou menos assim: dormindo, eu juntava os lençóis e perguntava desesperada a minha mãe: CADÊ O MENINO??!! Enquanto procurava pelo bebê no meio daqueles panos... Na primeira vez minha mãe correu desesperada, crente que eu tinha derrubado Pietro... Tanto que nem olhou no moisés... foi direto para o outro lado da cama dizendo: cadê? cadê?
Ao olhar para mim ela me viu de olhos fechados e desesperada. Quando olhou no moisés lá estava Pietro dormindo tranquilamente. Ela me acordou e então comecei a usar a frase que usaria mais algumas vezes no mês: AI MEU DEUS! EU TÔ FICANDO LOUCA...

[continuo rindo daqui]

Creio que a fase do bebê de pano durou umas três ou quatro noites... Por causa do cansaço e da novidade de acordar de três em três horas (ou menos!!!) me descobri sonâmbula... E cheia de histórias para contar (rsrs).

Nenhum comentário:

Postar um comentário