Páginas

terça-feira, 28 de agosto de 2012

O cabelo branco

Já vivi bastante coisa e sei que ainda nem cheguei a metade. Tenho consciência de uma parte da imaturidade que ainda tenho. A outra parte eu finjo não ter.
Já quis muitas coisas na minha vida, já quis ser muitas coisas também. E quando eu dei por mim sou esposa, mãe e aprendiz (sempre!). 
Mas nada disso foi assim tão de repente. Foi porque eu escolhi. E digo com propriedade: estou feliz assim.
Sei apenas que, apesar de quase sempre cansada (coisas da maternidade), me sinto grata, me sinto bem, me sinto até bastante jovem (sou uma mae xovem ué!!).
E por que todo esse blá blá blá? Você me questiona, meu caro leitor...
É que ontem estava eu, tranquila, me arrumando para dormir quando encontro o meu PRIMEIRO cabelo branco (Ooooh!). Do bulbo a ponta completamente branquinho. Apesar de não ser encucada com isso, fiquei passada. Senti o peso da idade, da vida, e da maternidade (por que não?) imediatamente. E fiquei indagando sobre minha própria existência enquanto observava meu filho no berço ao lado...

Agora me diz, como é que um ÚNICO fio de cabelo branco pode causar esse impacto na vida da gente?
Que coisa não?

3 comentários:

  1. O primeiro de muitos. :)) Eu também já tenho alguns, mas acho que eles só reflectem a nossa sabedoria. :))

    ResponderExcluir
  2. HEHE!

    Acabei arrancando aquele que encontrei... Quis olhar bem e bem de perto, rsrs.

    Tomara que demore mais um pouco, mas que a sabedoria seja dia a dia acrescentada (:

    ResponderExcluir
  3. Haha! Eles sempre vem, os meus também já estão presentes e como vocês vou arrancando-os a medida que aparecem.
    Tomara q arrancando-os não arranque a sabedoria!

    ResponderExcluir