Páginas

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Um doce te amar


E só depois de ser mãe entendi a loucura da mãe do Jimmy Bolha...

UPDATE

Se você nunca assistiu a comédia aguadinha que é o filme Jimmy Bolha clique no link acima e tente entender. Quanto a mim, tenho lembrado bastante dessa comédia aguadinha e pensado que ser mãe é também ter muito auto controle para não trancar o filho numa redoma longe das pessoas, dos vírus, bactérias, das tristezas, dos sustos e dos carros de som alto que passam na rua fazendo campanha política...
Muitas vezes fico ansiosa para viver coisas que estão muito a frente, mas que chegarão logo. Escola, amiguinhos, noites inteiras de sono, enfim, aquela certa independencia que todo bebê nessa fase começa a ter. E aí penso que ao mesmo tempo que será maravilhoso, será também terrível para mim, para essa mãe tão dependente que me tornei.
Essa mãe que adia a compra da babá eletrônica para poder manter a desculpa do pequeno continuar a dormir num berço ao lado da minha cama, do meu lado da cama, ao alcance dos meus olhos, mãos e carinho.
E no fim das contas -algum dia- eu vou precisar reconhecer que a dependente sou eu e que ele é só meu filho, que nasceu para ganhar o mundo e ser o mais feliz que puder ser..! {Por isso que o 'o amargo é querer-te pra mim'...}

Nenhum comentário:

Postar um comentário