Páginas

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Sobre as tais linguagens do amor

  • Palavras de afirmação;
  • Presentes;
  • Atos de serviço;
  • Tempo de qualidade; e
  • Toque físico.

Nos últimos dias tenho pensando -e falado- muito sobre as tais linguagens do amor. É que, desde que li o livro (e faz tempo!), parece-me mais fácil compreender o outro baseando-me na forma como ele demonstra e recebe amor.
É fato que desde que fui mãe muita coisa rolou na minha cabecinha... e a insegurança simplesmente duplicou (ou mais!). Por isso nesses momentos gosto de lembrar de como as pessoas (uma pessoa em especial) me demonstram amor. E assim perceber que a forma como eu gostaria de receber não é a mesma que o outro tem para demonstrar. O que, no entanto, não quer dizer que lhe falte amor.
Mas calma, linguagem do amor é uma coisa. Gente que não gosta da gente é outra. É preciso sempre saber discernir as coisas. Talvez você ache que está fazendo a "leitura" errada porque o outro demonstra amor diferente. Mas pode ser, simplesmente, porque o outro não lhe tem amor.
Não vamos aceitar qualquer coisa somente porque existem linguagens diferentes, né?!
Contudo, acho importante levar em consideração as diferentes formas de 'comunicar amor' no relacionamento. Fica mais fácil compreender a si mesmo e ao outro.

Tem mais sobre Linguagem do Amor aqui e aqui


Nenhum comentário:

Postar um comentário