terça-feira, 30 de abril de 2013

Ritmo Radiante

Algumas vezes, fico 'matutando' com meu botões sobre este espaço. Acabo comparando com outros e com o quanto essa história de blog gera uma concorrência estranha.

Creio que se o Radiante Blog focasse em um tema apenas, talvez a interação com o público fosse diferente, os comentários, curtidas e alcance das postagens fossem maiores. Ou não.

Penso, no entanto, que "fazer sucesso" esteja fora do foco desse espaço. É óbvio que ter posts bem acessados, comentários em todas as postagens e uma enorme quantidade de curtidas na fan page, faz bem para o ego de qualquer blogueiro.

Mas trazer isso para a realidade do blogue Radiante é perder em essência. É perder em espontaneidade. É abrir mão da singeleza do blogue.

E pensando nisso, eu paro de pensar nos blogues nascidos a poucos meses, mas com imenso sucesso. Eu paro de comparar. Eu simplesmente paro. E deixo que o Radiante siga o seu próprio rumo. Esse tranquilo e calmo. Esse ritmo radiante.

Pinterest

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Pisca Pisca - #Pietro1

Não há nada que me faça esquecer de como se desenrolou o dia 26 de abril de 2012. Era apenas uma consulta de rotina, rápida, simples, com o intuito de marcar o dia da cesárea. Compreensível, então, minha surpresa quando o médico me disse que aquela cólica e dores na coluna eram o início do meu trabalho de parto.

Pietro chegou.
Teve dificuldade de respirar, e quando ele chorou eu dei um 'Glória a Deus' de alívio. Meu filho estava ali. Vivo.

Pietro é, para nós, um bálsamo, um alívio pros dias difíceis, uma motivação para focar no essencial. Ele tem jeito e personalidade forte - puxou ao pai. E saiu ao pai também em muitos outros aspectos, como na simpatia adorável.

Esse primeiro ano chegou leve e rápido. Mas não tão rápido quanto "os de fora" dizem. Chegou para nos mostrar o quanto amá-lo, criá-lo, curti-lo e ampará-lo nos faz bem. Chegou; simples assim. E agora ele vai crescer ainda mais rápido, ainda mais forte, ainda mais cheio de gracinhas... Que delícia!

O que sinto, aliás, é que ele faz bem para qualquer um que se aproximar. Acho, na verdade, que criança tem esse poder. E que assim seja.

Lembro que quando estava grávida sempre orava, pedindo a Deus, que Pietro fosse amado. Pedia saúde também. Mas, principalmente, queria que ele fosse amado. Que não lhe faltasse amor de nenhum dos lados. Pois quando tem amor, tem paciência - sempre imensamente necessária -, tem cuidado, tem carinho, tem suprimentos. Quando tem amor, tem tudo. E criança precisa disso, de amor.

O que vejo hoje é que meu filho está bem no centro de um gigantesco ciclo de amor, que vai desde os avós, bisavós, tios, até os funcionários da empresa, e outras tantas pessoas que passam todos os dias por nossas vidas.

E eu agradeço!

Deus, realmente, foi muito bondoso conosco.

E você, que me lê e lê os comentários sobre o crescimento do meu pirralhinho, não poderia ficar sem post comemorativo de 1 ano, né?

É! Ele cresceu!

Recado para meu filho:
Meu amor, cada dia você deixa um pouco de ser bebê para ser criança. E hoje isso se torna ainda mais forte. Parabéns! Que Deus continue cuidando tão bem de você. Que mainha e painho possam te dar todo amor, cuidado e paciência necessárias. E que você continue sendo esse raio de luz nas nossas vidas.
Te amo!

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Depois que morre, vira hipótese

"A vida, senhor Visconde, é um pisca-pisca. A gente nasce, isto é, começa a piscar. Quem pára de piscar chegou ao fim, morreu. Piscar é abrir e fechar os olhos – viver é isso. É um dorme e acorda, dorme e acorda, até que dorme e não acorda mais [...] A vida das gentes neste mundo, senhor Sabugo, é isso. Um rosário de piscados. Cada pisco é um dia. Pisca e mama, pisca e brinca, pisca e estuda, pisca e ama, pisca e cria filhos, pisca e geme os reumatismos, e por fim pisca pela última vez e morre. – E depois que morre?, perguntou o Visconde. – Depois que morre, vira hipótese. É ou não é?"

Monteiro Lobato

Fonte: Vida Organizada (facebook)


quinta-feira, 18 de abril de 2013

Você é mais bonita do que pensa

No facebook, encontrei um dos vídeos da série da Dove (aquele do "sabonete com 1/4 de creme hidratante") sobre a Real Beleza.
É muito bonito e traz a tona um pensamento comum a todas as mulheres do vídeo - o quanto somos duras com a nossa própria aparência. O que vemos no vídeo, na verdade, é que outras pessoas nos veem de maneira mais otimista. E isso dá uma banho na nossa auto-estima e nos revela o que realmente importa.



"Nós gastamos muito tempo como mulheres, analisando e tentando consertar coisas que não estão completamente certas, e deveríamos gastar mais tempo apreciando as coisas de que realmente gostamos".

"Você é mais bonita do que pensa"!!

Belíssimo!

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Mais cor, por favor!

O Color+City tem sido divulgado no Google e chamou minha atenção. O projeto consistem em colocar mais cor na nossa cidade.

Como funciona?

Veja aqui
O sistema parece bastante simples. E o resultado é demais! Segue alguma fotos do projeto pelo Brasil:




E então? Quer doar um espaço ou pintar?

Imagens: Site do Projeto 

segunda-feira, 15 de abril de 2013

A minha vida perfeita

Imagem: Pinterest

Escrever, sempre foi - para mim - uma maneira de expressar o que sinto, o que penso e o que se passa dentro da minha vida. Uma forma de desabafo mesmo. Compartilhar parte disso aqui, no blog, sempre me pareceu um caminho natural.

Até agora.

Começo a perceber que falar da minha vida de forma aberta e sincera, aqui, tem, na verdade, me ocasionado certos problemas.
Não tenho essa vida tão perfeita que as pessoas imaginam quando me leem. É claro que trago a esse espaço as melhores coisas de mim, e do meu dia a dia. Os meus problemas são realmente algo que não preciso expor.

Apesar de saber que são os posts de cunho pessoal que apresentam maior acesso nesse blogue, tenho pensando, analisado e pesado muito seriamente a possibilidade de parar. Isso mesmo.

Parar.

Pela primeira vez na vida senti vontade de clicar naquele botão - "excluir blog". E só não o fiz porque eu mesma não saberia ficar sem escrever, sem ler, sem ter esse cantinho, sem ter esse momento. Mas nada está decidido. E decidir não está nada fácil.

Sei apenas - e talvez fique dessa maneira daqui pra frente - que vou me policiar muito para falar o menos possível da minha família, para nos expor menos, para evitar as invejas e despeitos alheios.

E para evitar tantas outras coisas também.

E assim seguimos.

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Como é criar uma criança no ambiente de trabalho

Como todos vocês sabem, Pietro, desde os 4 meses vem todos os dias a empresa.
Tenho constantemente comentado em como essa opção, apesar de ser a mais viável, é também uma das mais difíceis para nós.
A rotina é puxada e não raro fico muito cansada, nem sempre fisicamente, do trabalho que não pára.

Meses atrás, dei uma estudada sobre Montessori e minha visão se abriu em relação a muitas coisas e como poderia fazer dessa rotina algo realmente proveitoso para meu pequeno.

Afinal, o método Montessori preza isto, o envolvimento da criança com o meio, e o seu desenvolvimento a partir disto.

"É agindo no ambiente e interagindo por meio de atividades úteis e construtivas que a criança constrói o seu conhecimento".

Como, infelizmente, não pude adaptar tudo, resolvi manter o foco em atividades sensoriais e brincadeiras dirigidas. Nem sempre é tão fácil, pois por aqui temos muita gente - pelo menos 10 funcionários no térreo e mais 3 no 1º andar -, muitos desses que sequer ouviram falar de outros métodos de ensino senão aquele tradicional escolar, ou mesmo que para arrancar um sorriso do meu pivete fazem tudo que ele quer só pra lhe arrancar um sorriso. E, é fato, este não é o caminho.

Apesar desses pequenos impedimentos, porque quando explico eles respeitam e entendem, conseguimos fazer algumas atividades legais, estimulando a motricidade, o equilíbrio, a curiosidade, a imaginação, o raciocínio lógico, o senso de direção e a noção da vida prática, dentre outros.

Outro artificio que nos "ajuda" são os vídeos de cantigas no youtube. Pietro está começando a enjoar da Galinha Pintadinha, e interessado em outras coisas, como os vídeos do Bob Zoom e do Pocoyo.
A gente tenta não mantê-lo muito tempo na frente do pc, mas a verdade é que ele está acostumado e já associou a mesa da minha mãe com o vídeo dos dedinhos. Ele vai até a cadeira dela e pede balançando a mãozinha, como se estivesse cantando "e se vão, e se vão".

Além disso tudo, quase toda tarde a gente dá uma "voltinha", as vezes de carrinho, as vezes segurando Pietro - que ainda não anda - pela mão.

São artifícios simples. Mas que fazem diferença para que essa rotina não lhe seja tão pesada. E pelo que percebemos, ele já está muito bem acostumado  - sente até falta nos fins de semana.

Como disse, trazer nosso bebê para cá foi o meio mais viável de acompanhar e participar de seu crescimento, no entanto, também foi o mais difícil.

Aqui não tem hora de almoço, não tem descanso. Funciona mais ou menos assim:
Pietro dorme, eu trabalho
Pietro acorda, dou atenção exclusiva para Pietro
Pietro dorme, eu trabalho
Pietro acorda, dou atenção exclusiva a ele

Mas tem dias que...
Pietro dorme, eu trabalho
Pietro acorda, Mainha fica com ele, eu trabalho
Pietro dorme, eu trabalho
Pietro acorda... e sucessivamente

É claro que, como este instante, não temos trabalho e enquanto Pietro dorme eu atualizo o blog, o facebook da empresa, procuro imagens no Pinterest, organizo as artes dos aniversários dele e assim sucessivamente.
Não é sempre tão pesado assim.

E sim, sou muito privilegiada. Tenho todos a meu favor aqui, tenho ajuda dos funcionários, do meu marido, da minha sogra - que vem quase toda semana e sempre me dá umas horinhas de "descanso" e só me entrega Pietro já desmaiado no berço (dormindo) - e, principalmente, da minha mãe.

Tenho tentado oferecer ao meu pequeno o melhor que temos. Como digo sempre, não é fácil. Mas é recompensador e vale muito a pena.

“Assim como na guerra, o racional seria fugir, mas há quem não se acovarde.” Pondé

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Como Dar Nó em Gravata

Talvez vocês não saibam, mas o post mais acessado deste blogue ainda é especialmente para os meninos - 10 Mandamentos do Terno - e para mulheres que se interessem.
Daí, que encontrei no Pinterest essa bela imagem com um DIY de vários tipos de nós para gravata. Muito útil não só para homem, pra mulher também, concordam?


terça-feira, 2 de abril de 2013

segunda-feira, 1 de abril de 2013

"melhor viver, meu bem" #aniversario25

"melhor viver, meu bem, pois há um lugar onde o sol brilha pra você".

Não ter expectativas para meu aniversário foi uma das melhores coisas que fiz. Sem expectativas não há decepção.
Porém, esse aniversário, foi tão bom, tão maravilhoso, que tenho certeza que mesmo que as tivesse, elas seriam superadas.
Preciso reconhecer que meu marido e meu filho, fazem tudo ficar ótimo. Mesmo cansativo. Mesmo corrido. Mesmo assim, é sempre ótimo quando estamos juntos.

nosso tigre reclamando do sol

o trio parada dura

larga mamãe, preciso traquinar!

ali mamãe, compra o pica pau pra mim!

Em tempo, preciso acrescentar que meus pais, a família do André e todos os queridos amigos que mandaram mensagem e/ou ligaram, sem esquecer aquele que aceitou convite de última hora pra jantar com a gente, fazem essa passagem de ano (25º) ser melhor ainda.
Deus é realmente muito legal comigo!

Foto: Zoológico Parque Dois Irmãos

Tempo

Ilustração: Freepik Tempo, não desejo que passes devagar. Tão pouco concordo em passares rápido demais. Apenas passe no seu tempo e n...