Páginas

segunda-feira, 15 de abril de 2013

A minha vida perfeita

Imagem: Pinterest

Escrever, sempre foi - para mim - uma maneira de expressar o que sinto, o que penso e o que se passa dentro da minha vida. Uma forma de desabafo mesmo. Compartilhar parte disso aqui, no blog, sempre me pareceu um caminho natural.

Até agora.

Começo a perceber que falar da minha vida de forma aberta e sincera, aqui, tem, na verdade, me ocasionado certos problemas.
Não tenho essa vida tão perfeita que as pessoas imaginam quando me leem. É claro que trago a esse espaço as melhores coisas de mim, e do meu dia a dia. Os meus problemas são realmente algo que não preciso expor.

Apesar de saber que são os posts de cunho pessoal que apresentam maior acesso nesse blogue, tenho pensando, analisado e pesado muito seriamente a possibilidade de parar. Isso mesmo.

Parar.

Pela primeira vez na vida senti vontade de clicar naquele botão - "excluir blog". E só não o fiz porque eu mesma não saberia ficar sem escrever, sem ler, sem ter esse cantinho, sem ter esse momento. Mas nada está decidido. E decidir não está nada fácil.

Sei apenas - e talvez fique dessa maneira daqui pra frente - que vou me policiar muito para falar o menos possível da minha família, para nos expor menos, para evitar as invejas e despeitos alheios.

E para evitar tantas outras coisas também.

E assim seguimos.

5 comentários:

  1. Ah amiga, esse é o eterno dilema de quem tem um blog. Fique enquanto sentir vontade e à vontade.

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente! porem achu que vc deveria continuar e nao postar sobres vcs (familia), afinal vc escreve muito bem.

    Bjo Mah

    ResponderExcluir
  3. Pois é, também ando nesse dilema, exposição nunca é muito bom, ne?
    Será que vamos aprender a arte da moderação?

    Eu torço para que não nos abandone!

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Por isso mesmo preferi no meu blogue ser simplesmente "waterfall".
    Mas não penses que não tenho também dilemas. Quantas vezes não tive já a tentação de mostrar o blogue a alguém conhecido? Ou de simplesmente o abrir ao meu mundo real?

    ResponderExcluir