Páginas

quinta-feira, 23 de maio de 2013

De volta ao Pilates

Eu já comentei por aqui da dificuldade de voltar a fazer uma atividade física desde que a maternidade chegou. Quem me acompanha a mais tempo, sabe que passei alguns poucos anos fazendo pilates dedicadamente, até que não deu mais. Pelas minhas contas, somam-se uns dois (quase três) anos que parei com todas as atividades físicas que praticava.

E então, tem quase dois meses, encontrei um Studio próximo do escritório, com o esquema de aulas avulsas. Fui conhecer e, além de perceber o quanto estava enferrujada, adorei. Desde então, tenho me esforçado muito para fazer, pelo menos, duas aulas por semana.

O sistema de aula avulsa facilita bastante minha vida, pois existem semanas dentro do mês que não posso me ausentar nem do escritório, nem do meu filho. Daí que fechar um pacote mensal seria, na verdade, perder dinheiro. Além de gerar uma espécie de frustração, uma vez que o planejamento para frequentar o pilates duas vezes na semana não fosse cumprido.
É claro que não poder ir as aulas, algumas vezes, é muito triste. Pois tenho grande amor pelas aulas, pela técnica e pelo estilo de vida que o pilates nos oferece.

Bom, me esforço do jeito que dá, e sempre que o trabalho e que o bebê me dão uma trégua, eu tento ir as aulas. Esse momento, somente meu, tem sido uma válvula de escape - saudável - para a correria e estresses que me aflige constantemente.

Com essa, volto a reconhecer que toda mãe tem seu próprio tempo para voltar a fazer as coisas que fazia antes. E que toda mãe precisa muito (!!!) de um tempinho - no meu caso, uma hora - só para ela.

E assim seguimos

Pinterest
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário