Páginas

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Uma trufa e... 1000 lojas depois

Tem tempo que estava querendo comprar o livro do Alexandre, o dono da nossa amada - minha e de André - Cacau Show. Mas sem tempo para ler (C.S.Lewis está ali me esperando até hoje) eu não pretendia comprar o que eu não pudesse ler imediatamente.
Semana passada, meu esposo resolveu me dar de presente justamente o bendito livro com a história da marca. Pensei rapidamente com meu botões, será que consigo terminar de ler ainda esse mês (maio)? Virou meta.
Mas então a história da loja/fábrica é tão boa, o modo como o livro foi escrito é tão simples que terminei a leitura em três dias.

Admiro a história da Cacau Show e de como o Alexandre Tadeu Costa construiu esse império. Creio que por isso, o livro me pareceu tão 'apetitoso'. Para quem, no entanto, não é chegado nos chocolates da Cacau Show, ou não conhece a trajetória de seu diretor, a leitura pode não ser tão prazerosa.
Porém, creio que, quem tem o desejo de ser dono de seu próprio negócio, ou está começando no mercado de trabalho deveria, sim, dar uma boa lida no "Uma trufa e... 1000 lojas depois".
Não chega a ser um livro de auto-ajuda, nem uma biografia completa. Mas, com certeza, nos dá um 'gás' e enche a nossa cabeça de ideias e/ou pensamentos do tipo: pode dar certo.

Fonte: Google


Trechos:

"(...), se o objetivo é encontrar tranquilidade e estabilidade em poucos anos, melhor desistir de ser empresário".

"A paixão nos faz acordar todos os dias prontos para mas um longo expediente de trabalho e faz o nosso coração bater forte diante de cada conquista".

"Os chamados 'golpes de sorte' costumam ser, na verdade, uma recompensa a  quem se empenha. Quando você se recusa a aceitar um 'não', passa automaticamente a procurar um novo caminho".

"O empreendedor é aquele que acerta a flecha bem na mosca de um alvo que ninguém havia visto até então. Só depois, com a flecha cravada, alguém pinta o alvo".

"Já que errar faz parte da vida, devemos ao menos ser criativos ao cometer erros. Que sejam sempre novos, nunca repetidos. Afinal, se há um lado positivo nos erros, é o aprendizado que se pode extrair deles".

"Crescer significa abandonar situações confortáveis e conhecidas para buscar novos caminhos".

"A vida me ensinou que o tempo é o mais sagrado dos recursos. Cada minuto mal aproveitado é um desperdício que jamais será recuperado".

Um comentário:

  1. Agora fiquei com vontade de ler também.
    Vai mais um pra fila.

    ResponderExcluir