Páginas

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Escorrendo pelos olhos

Algumas coisas a gente simplesmente não coloca para fora. A gente guarda. Abafa. Vai enfiando entre nossas frestas. Vai se entupindo. Inflando de tanta frustração.
Então chega a hora que começa a arder, começa a doer. E dói. Espeta. Incomoda. Machuca. Vai procurando o primeiro espacinho, o primeiro buraquinho, a primeira oportunidade... e derrama. Esborra. Inunda e molha.

2 comentários:

  1. E como molha!
    É exatamente assim!!

    ResponderExcluir
  2. às vezes também queria que fosse assim comigo, apenas por que sei que não resolve, mas alivia um bocadinho, não é?

    ResponderExcluir