Escorrendo pelos olhos

Algumas coisas a gente simplesmente não coloca para fora. A gente guarda. Abafa. Vai enfiando entre nossas frestas. Vai se entupindo. Inflando de tanta frustração.
Então chega a hora que começa a arder, começa a doer. E dói. Espeta. Incomoda. Machuca. Vai procurando o primeiro espacinho, o primeiro buraquinho, a primeira oportunidade... e derrama. Esborra. Inunda e molha.

Comentários

  1. E como molha!
    É exatamente assim!!

    ResponderExcluir
  2. às vezes também queria que fosse assim comigo, apenas por que sei que não resolve, mas alivia um bocadinho, não é?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas