Páginas

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Nem todo mundo sente como a gente

fonte: google

Quando as palavras de afirmação são a nossa principal linguagem do amor, temos que exercitar muito a percepção para valorizar os gestos.

Parece estranho, mas não é.

Cada um de nós age/fala por meio de uma linguagem do amor (palavras de afirmação, atos de serviço, presentes, tempo de qualidade e toque físico).

Por isso, compreender a linguagem do amor das outras pessoas é tão importante. Pois nem todo mundo sente como a gente e vice-versa.

(escrito originalmente no instagram @rodriguesmarcela)

Um comentário:

  1. Sim, compreender essa linguagem, visualiza-la no outro é deveras complicado.
    Mas sem ela, de certa forma, o amor não se satisfaz.
    Sábias palavras, Marcela.

    ResponderExcluir