Páginas

sábado, 14 de junho de 2014

Intempéries

Tenho em mim a forte opinião que o real motivo de tantas empresas fecharem no Brasil é o cansaço.

Os impostos a gente paga, se vira, se arruma, se organiza.

Mas, para se ter empresa hoje, em nosso país, tem de se ter uma força de vontade descomunal ou até mais que isso. Lidar com todas as intempéries da manutenção de uma empresa é extremamente complicado. Lidar com funcionários, então... é coisa para quem realmente sabe o tamanho e força do sonho que tem.

Infelizmente, boa parte da geração que está entrando no mercado de trabalho - o esperado 1º emprego - chega sabendo muito pouco, ou quase nada, sobre educação doméstica, respeito aos mais velhos, ou um pouco de ética.

Muito é falado sobre o fato de sobrar vagas de emprego, sobre faltar mão de obra qualificada. E falta mesmo! Falta sim! Falta, principalmente, comprometimento e respeito ao próximo. Sobra gente desqualificada em educação.

Eu sou mãe, e anseio que meu filho não se perca dos valores que temos lhe ensinado (e outros que ele aprenderá com o tempo e com a vida). Anseio, principalmente, que ele não corresponda somente ao critério de "bom filho", mas que seja um bom cidadão, bom profissional e boa gente, respeitoso com todos.

É triste isso, mas o que vemos hoje é uma geração autocêntrica, ansiosa pelas conversas no Whatsapp e pelos likes do Facebook. Que está participando de manifestações políticas, apenas para ganhar seguidores em seu Instagram, que está criticando tudo e todos, apenas para ganhar ibope.

Estão mais preocupados em 'serem vistos' que em cumprir suas responsabilidades como cidadãos.

Ainda demorarão a aprender determinados valores inerentes a vida corporativa. E a vida em sociedade no geral.

Observação:

Cada vez compreendo mais a crescente quantidade de empresas individuais (sem funcionários) e de profissionais freelancers.

Nenhum comentário:

Postar um comentário