Páginas

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Era uma vez um blogue



Era uma vez, em 2007, uma garota ansiosa por escrever sobre tudo que lhe visse a frente. Uma garota apaixonada e cheia de ideias. Resolveu criar um blog. Já teve outros. Mas esse era pra valer - pensava.

Ela queria escrever sobre tudo. Tentou sobre moda, sobre arte, sobre música, sobre sua religião, sobre as notícias mais badaladas da rede, sobre os livros que leu, sobre as pessoas que conheceu, e até sobre amor... vejam só. 

Em alguns anos estourou a febre dos blogues. Todos tinham blogues. Todos queriam criar blogues de sucesso. Até aquela garota.

O blogue dela, no entanto, nunca foi um sucesso de acessos. Nem disputado por empresas para merchandising. E então ela desencanou dessa história e quis escrever sobre qualquer coisa, como no começo, como no meio e por aí vai.

De qualquer jeito, ela sempre divulgava o bloguinho em suas redes sociais. Pois a verdade é que receber likes e comentários gerava uma sensação muito boa. Ela gostava de saber das experiências e opiniões alheias.

E assim foi por mais uns anos.

Até que ela simplesmente se perdeu de sua inspiração. Mal tinha tempo para pensar. O trabalho, a maternidade e os novos planos, praticamente não lhe deixavam pensar em nada para pôr em linhas naquele espaço. E pela segunda vez na vida, ela pensou em excluir o blogue.

Não conseguiu.
Infelizmente, ou felizmente, ou sei lá, ainda guarda aquela ansiedade de escrever, de falar, de se expressar, e acabar com aquele espaço seria perder um pedacinho da sua vida escrito com muito carinho.

E assim seguiu.

---
Escrevo no Radiante a sete anos.
Eu sei. Não parece.
Parece mesmo é que esse blogue nasceu ontem. Que eu sou a mais amadora das blogueira do mundo. Eita! Peraê! Eu sou a blogueira mais amadora do mundo.

Eu sempre tive sede de escrever, de falar, de me expressar. Sempre li muito e sempre amei dividir parte disso neste espaço.

Entretanto, entrei em 2014 cheia de ideias, ciente que teria menos tempo para tudo (Como se eu já não tivesse pouco). Menos tempo para pensar, inclusive. Quem dirá escrever...

Resolvi manter o blogue - é claro !
Mas vou encerrar suas redes sociais, ou melhor, a fan page no facebook. Não irei mais divulgá-lo. E quem sabe até em desativar os comentários - pensarei mais sobre isso.

No mais é isso. E porquê eu precisava falar tudo isso?! Porque esse é meu canto e eu gosto de falar sobre ele.

Simples.

Um comentário:

  1. Não parece mesmo! 7 anos!! Parabéns!
    Mantenha sempre o blog, é gostoso saber que posso vir aqui ler você!

    ResponderExcluir