Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Eu não quero abraçar o mundo com as pernas

Imagem
Quando eu resolvi entrar pro ramo de festas infantis (personalizados) eu sabia muito bem até onde poderia oferecer meus serviços. Melhor dizendo, eu sabia que não poderia aceitar tudo, nem fazer de tudo; pois apesar de amar todo esse ambiente, precisava reconhecer que não tenho como arcar com todas as responsabilidades, haja vista as que eu já tenho.
Por ter essa visão, duas coisas me incomodam muito: Em primeiro lugar, tenho completa aversão a aqueles que querem abraçar o mundo com as pernas. São aquelas pessoas que querem dar um jeito de oferecer todo tipo de serviço quando não têm competência (me refiro a competência como estudo, dom, feeling e não só um simples desejo porque todos estão fazendo e -aparentemente- lucrando) para fazer algo com o mínimo de qualidade.
Particularmente, resolvi me especializar em festas infantis, desde então busco estudar temas, moldes, cores, decoração clean, criatividade, e coisas do tipo. Para que os meus poucos clientes possam ter de mim qualidade …