Páginas

sábado, 1 de novembro de 2014

Ainda há esperança

Definitivamente, não sou uma pessoa organizada. É claro que mediante a minha rotina ~animada~ tento manter o mínimo de organização possível. Como qualquer mulher-mãe de nossos dias. Como eu trago o filho para o trabalho e faço toda uma ginástica com trocas de carro no meio do percurso, esse processo fica deveras cansativo.

É nesse momento de completo desânimo, que encontro um texto como o da Karine, que mora na Irlanda, tem 4 filhos, um blog, administra a casa, cuida do marido e me mostra que ser organizada e ter uma rotina não só faz bem, mas é extremamente necessário.


Sei que o título assusta, mas quem é mãe sabe que se não for assim não funciona. E quem é assim... desorganizada... como eu, sofre mais um pouco e cansa muito mais rápido.

Que esse texto nos (me!) inspire a sempre ser melhor. Porque podem dizer o que quiser sobre as cobranças que uma mãe não deve se fazer. Mas a gente faz. E quer ser melhor sim! E sempre. Pois se assim não for, a gente sente como se não estivesse fazendo o trabalho completo.

Facebook - Maternidade da Depressão.

3 comentários:

  1. Nossa!! E eu aqui reclamando do esquema "escola, cinema, clube, televisão", hehe.
    Vocês mães são todas guerreiras! Tente varrer essa sensação de trabalho incompleto lá pra rua. Aposto que você faz tudo o que pode da melhor forma que pode. Aqui de longe, vejo o Fofo cada dia mais lindo.
    Sigamos com as bagunças e tentativas de arruma-las!

    ResponderExcluir
  2. Caraca! Leu a minha mente?! Eu estava precisando URGENTE desse texto para não me sentir a pior mãe e esposa da terra. Assim como vc, assumo! SOU DESORGANIZADA! Não ao extremo, mas preciso me organizar melhor por que nesse sentido tudo piorou depois que eu tive Laura. E vc tem razão, me sinto incompleta por não dar conta. Afif :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai ai Claudia do meu coração, rsrs, temos ainda tanto pra aprender. E em meio a loucura que é, e o cansaço maluco que dá, a gente acha tudo lindo. Curta tudo amiga! Não se preocupe em manter tudo em ordem o tempo todo, porque não dá. Os pratos podem esperar, mas curtir o crescimento da sua princesa não. Acompanhe tudo. Registre tudo. Revele fotos. E faça álbuns. Mostre pra todo mundo. Envie pros parentes do Equador. É um lindo presente. E curta. Curta muito. Eu curti. Curto e trabalho como louca. Mas deixo os pratos pra amanhã, não arrumo a cama sempre. Deixe boa parte dos serviços por conta de André e fico com Pietro. E quando Pietro quer o pai, eu cuido de arrumar o que falta. E quando ele quer ficar com os dois... a gente deixa tudo pra depois. A gente faz o que pode, o que dá e por aí vai. Ah, e inclui ele em tudo.

      Excluir