Páginas

terça-feira, 14 de junho de 2016

A maternidade nossa de cada dia

Aí você tem filho. E descobre que não é nada daquela lindeza que o povo posta no instagram. Se sente até agradecida. Seu filho tem saúde. Tem se desenvolvido bem. E tudo caminha. Mas se tudo caminha bem, então quer dizer que você ainda não dorme a noite toda. Que anda sofrendo com as reações das vacinas ou o nascimento dos primeiros dentes. Voce ouve mais choros que risadas. Você chora mais que sorri. Você cansa todo dia e pensa como seria se não fosse. Se tudo vai bem é porque provavelmente está se sacrificando para fazer o melhor por eles. E mesmo com tanto esforço é julgada por todo e qualquer motivo. Se tudo está indo bem, você está achando que está fazendo um péssimo trabalho. Que poderia ser mais, fazer mais e se culpar menos.

A maternidade é estranha. É amor e é vontade de sair correndo. É realização pessoal em detrimento da profissional. É sacrifício desmedido sem reconhecimento. É ser feliz com coisas simples e é ficar triste por coisas mais simples ainda. É pensar que não estava preparada pr'aquilo e perceber que nunca estaria. Porque é mais do que se pode imaginar ou teorizar. E é diferente para cada mulher.

Marcela

Um comentário: