Páginas

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Um propósito

Ufa!
Alguém que, como eu, não encontrou um propósito para a vida. A Fê Neute, que escreve num dos blogues que sigo, foi sincera o bastante para reconhecer que apesar de ter realizado seu sonho pra vida, e ter vivido um ano sabático, ainda assim, não encontrou o seu propósito.

Eu já pensei mil vezes sobre isso e até me sentia mal por não encontrar um 'destino' pra chamar de meu. Pra falar a verdade, até sentia vergonha de não ter um. Mas, finalmente, alguém desabafou a verdade. Eu posso ser feliz sem um propósito definido.

E falo assim ("definido") porque o que sinto hoje é que vivo vários desígnios ao mesmo tempo. Como o de criar boas pessoas, o de doar atenção, de ser família, de buscar a espiritualidade, de contar minha história de cura e salvação, e por fim, de ser uma boa pessoa e dessa forma ser exemplo para meu filhos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário