Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

Metalinguístico

Imagem
Tenho ficado muito satisfeita com o rumo que o bloguinho está tomando. Voltando a posts mais pessoais e, por isso, mais frequentes. 
Além disso, optar por um layout mais clean e minimalista foi, para mim, uma ótima ideia. Especialmente pelo conforto visual.
Voltar a registrar a vida e reflexões no blogue é um dos projetos que coloquei na mente para 2017. Como não estou preocupada com acessos (caso contrário não manteria esse espaço por dez anos!), o registro é a parte fundamental do porquê de manter esta ferramenta.
E também pelo fato deste ano completarmos DEZ anos de postagens. Quis fazer deste ano, um ano especial neste sentido. E acho que estou no caminho certo.
Assim espero.

Vamos dar um desconto a nossas crianças

Uma semana de mudança no sono. Duas noites de choro sem fim. Exaustão intensa. Mas pior que o pais física e mentalmente cansados, é o bebê choroso. Provavelmente com dor de cabeça, e dores pelo corpo por não conseguir descansar.
Nossa rotina de sono está estabelecida a muitos meses. Quando minha filha mais nova chegou {e eu pude voltar para casa depois dos problemas de saúde que tive}, não demorou a incorporar a nossa rotina. Dormir razoavelmente cedo. E manter duas sonecas ao longo do dia.
Mas nas últimas semanas, quatro (QUATRO! Q  U A T R O !!!) dentinhos resolveram nascer, somando DOZE dentes no total. Ela passou dias bem irritada, babando muito, até esquentadinha. Mas nada disso influenciou muito no sono.

Então, em uma semana vi nossa rotina revirada. E vi também muitas olheiras e cansaço extremo.
Repare bem. Estou praticamente a um ano com as duas crianças dormindo antes das 21 horas. Então, é normal que ache muito estranho - e cansativo - se algum dos meus filhos resolve pass…

Mais um dia

Dia da Felicidade

Imagem
Soube que hoje é o Dia da Felicidade foi dia 20 de março, ontem. Alguém me mandou no whatsapp e lançou a pergunta: O que te faz feliz?
Enquanto via as respostas das amigas, pensava sobre o que me faz feliz atualmente. Afinal, essa noção de felicidade vai mudando de acordo com as fases, épocas e idades da gente.
Como eu sempre digo: felicidade é o caminho, nunca o lugar onde se chega. Pra mim, felicidade tem a ver com satisfação. E estar satisfeita é ter sucesso. Independente de ser rico ou não.
Então, pensei bastante sobre o me faz feliz atualmente e percebi o seguinte:
Uma boa e confortável noite de sono me faz muito feliz. Poder ter um momento relax (passear, ir ao cinema, ir ao teatro, ou mesmo comer tranquilamente em um bom restaurante), acompanhada do meu marido (ou das amigas, ou sozinha), me faz muito feliz.
É engraçado quando se é mãe e a gente volta a dar valor aos pequenos momentos, ou a simples momentos de relaxamento e descanso. É claro que ver meus filhos felizes e com sa…

Dúvida: maternidade é isso mesmo?

Imagem
_ Não mexe nisso aí, Pietro. _ Mallu, desce daí. _ Pietro, você não me ouviu? _ Mallu, larga o ventilador!
_ Pietro, por que você não me escuta? _ Mallu, não sobre aí. _ Pietro, não pode! _ Mallu, desce daí!
O dia todo. Todo dia. O tempo todo. Todo o tempo. Mallu está na fase das descobertas, mas do jeito que é trelosa vai acabar descobrindo como levar um choque (apesar de todas as tomadas estarem seguramente fechadas). Pietro está na fase dos questionamentos e de fingir que não é com ele que estou falando.
Eu, estou na fase de muito choro escondido, de um cansaço (especialmente mental) imenso, de uma frustração ferrenha e de uma culpa terrível. Além de um sono sempre interrompido e de interferências deprimentes.
Tem dias. Temos dias e dias. E nem sempre é ruim. Apesar de sempre ser cansativo.
Em dado momento, enquanto eu me perguntava mentalmente: "maternidade é isso mesmo?" Chega uma colega, fala como meus filhos são lindos e solta: "ah, a gente só consegue viver mes…

Sobre planos & desejos

Imagem
Eu leio livro e artigos sobre assuntos diversos, mas especialmente sobre organização, minimalismo, empreendedorismo, empoderamento, dentre outros; mas que na maioria das vezes tratam do que você sonha ou deseja para a vida. Quais seus planos para o futuro? Ou, por que não trabalhar com o que você ama? E, o que você ama? Ou mesmo, o que te faz feliz?
Sinceramente, eu nunca tive respostas concretas para essas perguntas. Até hoje eu não consigo especificar o que de fato me faz feliz, porque eu acredito que as questões da felicidade envolvem mais o caminho que o lugar onde chegar, e o que estamos precisando para nos sentir satisfeitos naquela fase da vida em questão. Ou seja, para mim, a felicidade tem mais a ver com o momento atual que com o futuro. Não sei se isso faz muito sentido, mas é assim que funciona na minha mente.
Um dia desses me disseram: mas você nunca trabalhou na vida. Pois eu trabalho na micro empresa da família e até então (quase 30 anos) só trabalhei lá mesmo. Isso me …