Páginas

sexta-feira, 17 de março de 2017

Dúvida: maternidade é isso mesmo?


Pinterest

_ Não mexe nisso aí, Pietro.
_ Mallu, desce daí.
_ Pietro, você não me ouviu?
_ Mallu, larga o ventilador!
_ Pietro, por que você não me escuta?
_ Mallu, não sobre aí.
_ Pietro, não pode!
_ Mallu, desce daí!

O dia todo. Todo dia. O tempo todo. Todo o tempo.
Mallu está na fase das descobertas, mas do jeito que é trelosa vai acabar descobrindo como levar um choque (apesar de todas as tomadas estarem seguramente fechadas). Pietro está na fase dos questionamentos e de fingir que não é com ele que estou falando.

Eu, estou na fase de muito choro escondido, de um cansaço (especialmente mental) imenso, de uma frustração ferrenha e de uma culpa terrível. Além de um sono sempre interrompido e de interferências deprimentes.

Tem dias.
Temos dias e dias.
E nem sempre é ruim.
Apesar de sempre ser cansativo.

Em dado momento, enquanto eu me perguntava mentalmente: "maternidade é isso mesmo?" Chega uma colega, fala como meus filhos são lindos e solta: "ah, a gente só consegue viver mesmo depois que eles crescem mais um pouco, lá para os seis, sete anos. enquanto isso, a gente vive pra eles... e só". É claro que eu não concordo plenamente com isso. Mesmo assim, confesso que é frustrante a maioria do tempo. Fico me indagando se é isso mesmo ou se estou fazendo tudo errado.

Vamos acompanhando...

Nenhum comentário:

Postar um comentário