Páginas

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Primeiro, as primeiras coisas


Primeiro, as primeiras coisas.

Sempre costumo ouvir essa expressão, que meu esposo usa geralmente para momentos em que temos muito que fazer, zero motivação e pouco sentido norteador.

Com o tempo, passei a usar a expressão para mim mesma. Como um aviso: Pára! Respira! E presta atenção nas prioridades.

Com a vida de mãe criando #filhosnotrabalho esse posicionamento me ajuda a ter o mínimo de foco. Pois, como já comentei algumas vezes, as interrupções são intermináveis; além do próprio marasmo que insistimos em nos meter.

Creio - também - que ela age como um norte. Que quando você pensa nas "primeiras coisas" a mente trata de te listar o que é mais importante e urgente, ajudando com o que precisamos manter no eixo.

***

Nenhum comentário:

Postar um comentário