Páginas

terça-feira, 29 de agosto de 2017

O CULTIVO



Envelheci. Mudei. Cresci.
No entanto, nada disso diz que não preciso mais ser cultivada.
Na verdade... Quanto mais amadureço, mais preciso de cuidado. De dedicação!
Quanto maior o tempo da relação, maior a necessidade de manutenção.
Ah! Quanta saudade do tempo do cultivo!!
Ah! Como faz falta de dedicação nas palavras, a despreocupação com o tempo gasto; o desejo, a profunda vontade, a necessidade de estar presente.
O cultivo não é mais o mesmo.
É compreensível!
A árvore plantada a tanto tempo, já brotou. Deu flores. Deu frutos.
Já passou por tantas estações...
Ela permanece estável, com toda sua imponência.
Mas o cultivo... a manutenção... o cuidado... aparentemente, desnecessários para uma frondosa e antiga árvore, perderam-se no caminho.
São, no entanto, tão necessários como no início.
São tão ansiados como na primeira estação.

Marcela R.
Ago/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário