sexta-feira, 15 de março de 2019

Tempo

Ilustração: Freepik

Tempo, não desejo que passes devagar.
Tão pouco concordo em passares rápido demais.
Apenas passe no seu tempo e nada mais.

Tempo, não se atrase nem se adiante.
Apenas flua pelos instantes
e nos ajude a notar.

Tempo, seja compreensivo comigo.
Te detesto mas fiz de ti um companheiro
que decidi libertar.

Tempo, não me venhas com culpa.
Nem com ansiosas desculpas pois é no teu caminho que aprendo a me aceitar.

Ah meu querido tempo, meu amigo e meu lamento, minha dor e meu tormento que me ensina que sofrimento é sobre os instantes que achamos que perdemos tentando nos encontrar.

Marcela Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nem toda batalha vale a pena | RPVR

Aprenda sobre autocrítica. Observe seus sentimentos, cuide das suas reações. Nem toda batalha vale a pena. Pare, respire; se aprenda, para ...